Comportamento dos jovens no mundo digital

O mundo das organizações como o conhecemos, está mudando em alta velocidade por conta da expansão da internet e, principalmente, das redes sociais: podemos considerar que a única constante dentro dele é a própria mudança. É fato, também, que a internet está mudando a forma como as organizações operam e se mostram para as pessoas. A internet e o novo mundo digital criado por ela estão afetando também o comportamento do consumidor.
jovens

Quando pensamos em produtos e serviços destinados ao público jovem, na faixa variável dos 13 aos 25 anos, temos que averiguar onde e como eles estão presentes, para conseguir atingi-los de forma significativa. Pelo mapeamento do Family Online Safety Institute, redes sociais alternativas e mobile são boas apostas para se atingir o consumidor jovem. Isso porque eles são da geração “conectada”, que em sua maior parte nasceu ou cresceu em contato com o avanço rápido das telecomunicações – mais especificamente da internet e das redes sociais.

Vários estudos consideram que o comportamento dos jovens no online é imprevisível, mas há alguns dados bastante relevantes para entender este target. Em uma pesquisa divulgada pelo Mashable, vemos que 87% dos adolescentes americanos enviam mensagens de texto por mobile todos os meses, 42% postam coisas no instagram e 35% mandam ou recebem mensagens no twitter. Isso comprova a enorme imersão deste público nas redes sociais, e a necessidade crescente da presença das marcas dentro deste universo. E é essencial, como já dito aqui, que isto ocorra de forma efetiva e planejada, para que se consiga conversar até com o público mais complexo, criativo e imprevisível, que é intrigante desde antes de existir o mundo online: adolescentes e jovens adultos.